Fone: (11) 2016-9600



PEDICULOSE: O QUE É E COMO TRATAR

Pediculose nada mais é do que os famosos e temidos piolhos. Em um ambiente escolar é muito comum encontrarmos crianças com pediculose e é um local propício à transmissão.

Para combater os piolhos é preciso a colaboração de cada família, para que tomem todas as precauções e evitem a transmissão. Mas o CPC pode te ajudar. Nós preparamos algumas orientações sobre tratamento e prevenção contra estes parasitas.


O QUE É?

O piolho é um inseto que se alimenta do sangue das pessoas e reproduz-se com rapidez. Transmitido de uma pessoa para outra, ele se instala no folículo piloso, ou seja, na base do cabelo, onde deposita seus ovos, as lêndeas, fáceis de serem reconhecidas e que se diferem da caspa porque ficam grudadas aos fios do cabelo. O período de incubação dura de 8 a 10 dias.

Não tratar a pediculose capilar infantil pode acarretar mau desempenho escolar por causa da coceira, noites mal dormidas e, nos casos mais graves, anemia provocada pela hematofagia desses insetos. Além de provocar pequenos ferimentos na cabeça, quando a coceira for intensa.


TRANSMISSÃO

A infestação pode acontecer com o contato direto ou indireto (através de escovas de cabelo, roupas etc). Ela ocorre mais em crianças, principalmente nas que frequentam escolas e estão em contato com outras crianças.

As meninas são mais propensas a ter piolho, porque ficam muito próximas na escola. No recreio, por exemplo, enquanto conversam, os meninos se mantêm mais distantes, jogando bola. E, quanto maior o tamanho dos cabelos, maior a superfície de contato.


SINTOMAS

* Coceira intensa no couro cabeludo;
* Feridas causadas pelo ato de coçar;
* Marcas visíveis deixadas pelas picadas de inseto;
* Aparecimento de ínguas e infecções secundárias nos casos mais graves de infestação.


TRATAMENTO

A maioria das pessoas recorre ao corte de cabelo de crianças acometidas, mas raramente esta medida é necessária. Raspar ou cortar os fios pode dificultar a transmissão, mas não resolve o problema.

O tratamento da pediculose é feito à base de inseticidas piretroides de uso local aliado ao pente fino.

Passo a passo para acabar com o piolho:

1 – Coloque em um copo uma parte de vinagre para duas de água;
2 – Espalhe o medicamento (inseticidas piretroides) no cabelo;
3 – Enrole os fios com uma toalha e abafe por meia hora;
4 – Lave o cabelo com xampu antipiolho* e condicionador, para desembaraçar;
5 – Seque o cabelo com secador quente;
6 – Faça a catação com um pente fino;
7 – Quando retirar os piolhos e as lêndeas jogue-os em um recipiente com vinagre.

* Crianças acima de 2 anos já podem usar remédio contra piolho.

Este procedimento deve ser realizado durante 5 dias consecutivos e repetido de 7 a 10 dias depois para atacar os ovos que ainda não haviam eclodido na fase inicial do tratamento.

É fundamental que o tratamento se estenda aos familiares e, na escola, as crianças que estiveram em contato com a criança afetada, também devem ser tratadas.

Em casos de difícil tratamento, já existem medicamentos por via oral contra a pediculose que obtêm melhores resultados. Para tanto, é necessário consultar um médico.


PREVENÇÃO

* Examine com frequência a cabeça das crianças;

* Verifique se cílios e sobrancelhas também não estão afetados pelo inseto;

* Troque e lave com regularidade a roupa de uso pessoal e a de cama dos portadores de pediculose. O mesmo deve ser feito com a roupa de todas as pessoas que moram na mesma casa;

* Evite o compartilhamento de roupas, toalhas, acessórios de cabelo e objetos de uso pessoal. As crianças devem ser instruídas quanto a isso;

* Não se esqueça de que o tratamento da pediculose deve abranger todas as pessoas que convivem no mesmo espaço.



Lembre-se: tratar a pediculose é cuidar da saúde da criança!




FONTES:

Sociedade Brasileira de Dermatologia
Dr. Drauzio Varella


Estrutura
Conheça as estruturas do nosso colégio clicando no botão acima.